top of page
Buscar
  • Foto do escritorDiogo Braga Crônicas

OUTRO IDIOMA

Atualizado: 18 de dez. de 2020

Aqui em casa tem todo um vocabulário de dar inveja ao Aurélio. Estamos criando um outro idioma. Minha filha fala coisas erradas e eu e minha esposa, ao invés de corrigir, achamos bonitinho e começamos a falar do jeito dela.


Ficamos na varanda olhando lá pra baixo, ela aponta e fala: “olha o andili” que é ônibus. Fica de noite e fala que “tá culo”: está escuro. Olha pro céu e aponta a núvis: que é nuvem em um linguajar meio mussumnestico.


E tem certas coisas que eu não entendo da onde vem. Ela pega uma uva osso pra comer e fala que tá runho. Porque diabos uva osso no lugar de uva passa? E quando ela está mexendo em algum fio ou coisa pontiaguda eu falo: “para de mexer ai, é piguiroso”! Lendo um livro de animais minha esposa aponta: “que pinguingo bonitinho”! E eu: “este quiriquiexo é muito fafado”!


Quando vai ver telisão perguntamos a ela, “que ver o Bicasi (baby shark), pato donis (pato donald) ou a pepa pica”? Sim PEPA PICA! Bolêta é borboleta, tatagura é tartaruga, caleda é cadeira, pendêi é prendi, volantei é levantei e pelente é remédio.


E este é um fenômeno acontece muito. O filho começa a falar e, como está aprendendo e ainda fala errado, muitas vezes só o pai e a mãe entendem. Mas nesta época de pandemia de COVID em 2020 passamos a conviver confinados, praticamente só nós três em casa e estamos falando as palavras do jeito dela.

Isto não é normal.


E eu poderia fazer aqui uma reflexão bonitinha sobre como é importante entender nossos filhos através das palavrinhas erradas que eles falam, pois eles, como crianças, se comunicam de forma diferente e tal... mas sinto que estamos desenvolvendo um outro idioma e que se ficarmos mais alguns meses de quarenta nessa pandemia maldita vão ter que mandar um antropólogo aqui pra casa para poder se comunicar com a gente.

11/09/2020 (Crônica n° 32)

Diogo Braga Crônicas



Crônicas em podcast, Spotify (Braga Crônicas), Instagram (@DiogoBragaCronicas) e Youtube (Braga Crônicas). Medium (@bragacronicas).



-> E se você se identificou ou gosta das histórias que eu conto, comenta, salva, compartilha, se inscreve, ativa as notificações, mostra pro coleguinha, faz tudo e me ajuda a espalhar a palavra! E se você quer compartilhar uma história sua comigo, me manda um e-mail para bragacronicas@gmail.com ou me envia um áudio pelo direct do instagram que é @diogobragacronicas. No mais, meus votos de uma vida com gosto de açúcar nos lábios e até a próxima!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

TODO GATO É MALVADO (Crônica n° 82)

“Todo gato é malvado!” Tento incutir na cabeça da minha filha de 4 anos. “Não é não, gato é bonzinho” ela responde me dando língua. É inocente quem pensa que os pais têm o poder absoluto de moldar a

TRADIÇÃO DE DIOGOS (Crônica n° 81)

Na minha família há uma tradição de Diogos. No caso, o nome mesmo. E meu pai, de nome Diogo, em um momento de curiosidade, contou, fez uns telefonemas para os familiares, primos próximos e distantes e

UVAS DESCOBRIDORAS (Crônica n° 80)

Comendo uvas, estava eu jogado e embriagado de sono na mesa do café. O pote de sorvete à minha frente, sem sorvete, apenas um cacho onde em cada gravetinho morava uma uva verde e eu, aleatoriamente, p

Comentários


bottom of page