top of page
Buscar
  • Foto do escritorDiogo Braga Crônicas

MATADORA DE TARTARUGAS (Crônica n°54)

Atualizado: 2 de ago. de 2021

Todo mundo já viu aquele vídeo horroroso da tartaruga que teve um canudo arrancado do seu nariz da forma mais dolorida do mundo. As tartarugas sofrem e, se não bastasse a quantidade de plástico que ingerem do mar, ainda têm que aguentar os memes na internet que as ridicularizam, afinal “como é que podem confundir canudo com comida” e etc. Pois bem, parece que minha irmã nunca viu este vídeo e desconhece o histórico das tartarugas com seus arqui-inimigos canudos, porque fui informado de que visitando o projeto Tamar na Praia do Forte ela, depois de comprar um suco, pediu “me vê um canudo por favor”? Isto não se faz... É como se você fosse na festa do super homem e perguntasse pela presença do Lex Luthor. Meu cunhado que vazou a informação e ela me implorou que eu não contasse para ninguém, mas eu achei um absurdo, um desaforo. Ela tentou argumentar que queria um canudo de papel, que hoje em dia existem uns canudos biodegradáveis, mas nada justifica! Pedir canudo no mundo de hoje é o símbolo da falta de sensibilidade com as tartarugas e com o bem estar da natureza. Ainda mais no projeto Tamar! Há quem diga que eu esteja exagerando, que minha atitude seja mais um conflito entre irmãos. Há quem diga que eu só estou me vingando das vezes ela me dedurou para os meus pais ou das inúmeras vezes que ela deu uma mordida gigante na minha coxinha levando para todo o sempre o inteiro teor do recheio de frango com catupiry (isto acontece até hoje). Mas sou pessoa sensata, justa e não afeita a exageros. E para todo problema tem de haver um bode expiatório, um cordeiro de sacrifício, então, ofereço ao mundo a minha irmã. Apontem o dedo e gritem: “MATADORA DE TARTARUGAS”!

(Crônica n°54) 19/11/2020

Diogo Braga Crônicas


Crônicas em podcast, Spotify (Braga Crônicas), Instagram (@DiogoBragaCronicas) e Youtube (Braga Crônicas). Medium (@bragacronicas).



--- E se você se identificou ou gosta das histórias que eu conto, comenta, salva, compartilha, se inscreve, ativa as notificações, mostra pro coleguinha, faz tudo e me ajuda a espalhar a palavra! E se você quer compartilhar uma história sua comigo, me manda um e-mail para bragacronicas@gmail.com ou me envia um áudio pelo direct do instagram que é @diogobragacronicas.


No mais, meus votos de uma vida com gosto de açúcar nos lábios e até a próxima!


Diogo Braga.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

TODO GATO É MALVADO (Crônica n° 82)

“Todo gato é malvado!” Tento incutir na cabeça da minha filha de 4 anos. “Não é não, gato é bonzinho” ela responde me dando língua. É inocente quem pensa que os pais têm o poder absoluto de moldar a

TRADIÇÃO DE DIOGOS (Crônica n° 81)

Na minha família há uma tradição de Diogos. No caso, o nome mesmo. E meu pai, de nome Diogo, em um momento de curiosidade, contou, fez uns telefonemas para os familiares, primos próximos e distantes e

UVAS DESCOBRIDORAS (Crônica n° 80)

Comendo uvas, estava eu jogado e embriagado de sono na mesa do café. O pote de sorvete à minha frente, sem sorvete, apenas um cacho onde em cada gravetinho morava uma uva verde e eu, aleatoriamente, p

Comments


bottom of page