top of page
Buscar
  • Foto do escritorDiogo Braga Crônicas

MÊSVERSÁRIO

Eu sempre olhei com desdém os pais que faziam os famosos mêsversários para os seus bebês. Eu sempre julguei esta comemoração com bolo, brigadeiro e velas em uma pequena festinha que, muitas vezes, não é tão pequena assim. Na minha cabeça aquele hábito era descabido, exagerado, afinal, aniversário só se comemora ano a ano. Este é o costume, ora!


Até que eu tive a minha filha e pude perceber. Percebi que criar um filho é a coisa mais difícil do mundo, embora prazerosa, e que o seu bem-estar nem sempre depende de nós. Percebi que cada mês de vida de um filho é como uma medalha olímpica, é como passar no vestibular, cada dia de saúde é uma vitória. Percebi que se fosse possível eu comemoraria e fazia bolo diariamente.


Eu e minha esposa fizemos alguns mêsversários e faríamos de novo. É preciso ser responsável e, por isto, não gastamos o dinheiro que não tínhamos nestas comemorações, mas comemoramos. Fizemos pequenas festinhas que variaram de tamanho, algumas somente eu e ela, mas nunca deixamos de comemorar o milagre que é poder vivenciar os “primeiros” de nossa filha.


Foi motivo de festa quando a vimos sorrir pela primeira vez, andar e falar papai e mamãe. O nascimento da minha filha me fez olhar o mundo de formas diferentes, deixei o desdém e o julgamento imaturo de lado. Hoje eu comemoro as pequenas coisas e enxergo a grandiosidade que existe em cada suspiro. Eu percebi que a vida é um milagre, um deleite, uma vitória, e que sempre é tempo de se comemorar com quem se ama.


10/12/2018 (Crônica n° 06)

Diogo Braga Crônicas



Crônicas em podcast, Spotify (Braga Crônicas), Instagram (@DiogoBragaCronicas) e Youtube (Braga Crônicas). Medium (@bragacronicas).



-> E se você se identificou ou gosta das histórias que eu conto, comenta, salva, compartilha, se inscreve, ativa as notificações, mostra pro coleguinha, faz tudo e me ajuda a espalhar a palavra! E se você quer compartilhar uma história sua comigo, me manda um e-mail para bragacronicas@gmail.com ou me envia um áudio pelo direct do instagram que é @diogobragacronicas. No mais, meus votos de uma vida com gosto de açúcar nos lábios e até a próxima!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

TODO GATO É MALVADO (Crônica n° 82)

“Todo gato é malvado!” Tento incutir na cabeça da minha filha de 4 anos. “Não é não, gato é bonzinho” ela responde me dando língua. É inocente quem pensa que os pais têm o poder absoluto de moldar a

TRADIÇÃO DE DIOGOS (Crônica n° 81)

Na minha família há uma tradição de Diogos. No caso, o nome mesmo. E meu pai, de nome Diogo, em um momento de curiosidade, contou, fez uns telefonemas para os familiares, primos próximos e distantes e

UVAS DESCOBRIDORAS (Crônica n° 80)

Comendo uvas, estava eu jogado e embriagado de sono na mesa do café. O pote de sorvete à minha frente, sem sorvete, apenas um cacho onde em cada gravetinho morava uma uva verde e eu, aleatoriamente, p

Comments


bottom of page