top of page
Buscar
  • Foto do escritorDiogo Braga Crônicas

LUZ ACESA (Poema n°11)

Atualizado: 2 de ago. de 2021

A noite caía

enquanto filho e pai se lançavam à rotina

da vida

quase diária de buscar a mãe no serviço,

quase diário de alimentar os pacientes do hospital

que era antigo

e o antigo leprosário da cidade

com paredes abandonadas e sujas

como os internos um dia esquecidos ali.

A noite caída.

Filho e pai decidem pegar o atalho

de sempre

e o menino que sempre encarava uma edícula

velha, de luz apagada,

também abandonada,

percebeu que naquele dia ela estava

aberta,

de luz acesa.

O pai, de sorriso no rosto, mandou:

“devem ter esquecido, vai lá, apaga a luz e fecha a porta”.

O menino foi

e tomou um susto.

A edícula era necrotério

e ali repousava um homem,

então, o deixou descansando

e voltou para o pai correndo,

morrendo

de medo.

E o pai, sorrindo, perguntou:

“por que não apagou a luz”?

Ele respondeu:

“tinha um homem”.

Na rotina da vida

ele se deparou com a morte

pela primeira vez

na vida.

(Poema n°11) 14/06/2019

Diogo Braga Crônicas


Esta história me foi enviada pelo Wagner Burin que confiou em mim, me inspirou e me proporcionou contar ela de novo pra você fazendo as minhas inserções e adaptações. Espero que tenha gostado e... Obrigado Wagner! E você também pode me enviar sua história, caso ou causo, para eu recontar ela aqui do meu jeito. É só me enviar um áudio por direct do instagram, meu perfil é @diogobragacronicas. Lembrando que o instagram só deixa enviar áudios de até um minuto. Ou você pode enviar um áudio ou a história escrita mesmo para o e-mail bragacronicas@gmail.com. Blz?

Crônicas em podcast, Spotify (Braga Crônicas), Instagram (@DiogoBragaCronicas) e Youtube (Braga Crônicas). Medium (@bragacronicas).



--- E se você se identificou ou gosta das histórias que eu conto, comenta, salva, compartilha, se inscreve, ativa as notificações, mostra pro coleguinha, faz tudo e me ajuda a espalhar a palavra! E se você quer compartilhar uma história sua comigo, me manda um e-mail para bragacronicas@gmail.com ou me envia um áudio pelo direct do instagram que é @diogobragacronicas.


No mais, meus votos de uma vida com gosto de açúcar nos lábios e até a próxima!


Diogo Braga.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page