top of page
Buscar
  • Foto do escritorDiogo Braga Crônicas

JANELA (Poema n°06)

Atualizado: 9 de abr. de 2021

Uma janela me olha,

eu encaro de volta.

Como num duelo pilantra

a janela vira porta,

saca arma, me sangra.

Luz escorre pela fresta.

Indiferente à presa consumida,

a janela de canudo

chupa a alma abduzida.


24/05/2020 (Poema n°06)

Diogo Braga Crônicas


Crônicas em podcast, Spotify (Braga Crônicas), Instagram (@DiogoBragaCronicas) e Youtube (Braga Crônicas). Medium (@bragacronicas).



-> E se você se identificou ou gosta das histórias que eu conto, comenta, salva, compartilha, se inscreve, ativa as notificações, mostra pro coleguinha, faz tudo e me ajuda a espalhar a palavra! E se você quer compartilhar uma história sua comigo, me manda um e-mail para bragacronicas@gmail.com ou me envia um áudio pelo direct do instagram que é @diogobragacronicas.


No mais, meus votos de uma vida com gosto de açúcar nos lábios e até a próxima!


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page