top of page
Buscar
  • Foto do escritorDiogo Braga Crônicas

FILHOS PARA MUDAR O MUNDO (Crônica n°63)

Atualizado: 3 de nov. de 2021

Há um tempo atrás li o post de uma colega de faculdade decretando que não teria filhos e se questionando do porquê das pessoas terem. Ela argumentava que seria, inclusive, uma maldade com o novo ser humaninho ser obrigado, contra sua vontade, a viver em um mundo tão cruel.


Eu fiquei aterrorizado com a afirmação dela. Aterrorizado porque o mundo realmente está maluco, é desigual e escroto. Hoje vivemos a maior pandemia da modernidade, vivemos em quarentena com mobilidade reduzida! E enquanto pessoas morrem nas UTIs lotadas dos hospitais, outras passeiam quando a doença alcança picos de transmissão. E as autoridades? Muitas fazem pouco caso com discursos regados a ironia.


Não é um mundo confortável o que vivemos. Mas é crueldade também dizer que colocar filhos neste mundo é cruel. Se por um lado temos políticos escrotos, pessoas insensíveis que ignoram a transmissão da doença e até furam filas da campanha de vacinação, por outro tempos pessoas que conheceram seus vizinhos os ajudando com compras de mercado por serem idosos ou do grupo de risco, temos profissionais de saúde que se prontificaram a realizar atendimentos on line de graça para quem precisasse, tivemos vaquinha e mutirão para a compra e transporte de cilindros de oxigênio para hospital do Amazonas que passava por colapso do seu sistema de saúde.


A escolha de ter filho não pode se dar pelo sofrimento que ele vai passar pelo simples ato de viver, por isto acho errada aquela opinião que li da minha colega de faculdade. A escolha de ter filho tem que passar pelas coisas boas que ele pode fazer ao viver. Afinal, temos que povoar este planeta de pessoas boas e animadas, sonhadoras, que irão mudar o mundo e não contrário. Criem filhos para mudar o mundo, com empatia e com vontade de ajudar o próximo. O mundo é muito grande, mas pequenas atitudes podem mudar o mundo de alguém. Minha filha vai mudar o mundo. Ao menos, já mudou o meu.


27/01/2021 (Crônica n°63)

Diogo Braga Crônicas






Crônicas em podcast, Spotify (Braga Crônicas), Instagram (@DiogoBragaCronicas) e Youtube (Braga Crônicas). Medium (@bragacronicas).



--- E se você se identificou ou gosta das histórias que eu conto, comenta, salva, compartilha, se inscreve, ativa as notificações, mostra pro coleguinha, faz tudo e me ajuda a espalhar a palavra! E se você quer compartilhar uma história sua comigo, me manda um e-mail para bragacronicas@gmail.com ou me envia um áudio pelo direct do instagram que é @diogobragacronicas.


No mais, meus votos de uma vida com gosto de açúcar nos lábios e até a próxima!


Diogo Braga.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

TODO GATO É MALVADO (Crônica n° 82)

“Todo gato é malvado!” Tento incutir na cabeça da minha filha de 4 anos. “Não é não, gato é bonzinho” ela responde me dando língua. É inocente quem pensa que os pais têm o poder absoluto de moldar a

TRADIÇÃO DE DIOGOS (Crônica n° 81)

Na minha família há uma tradição de Diogos. No caso, o nome mesmo. E meu pai, de nome Diogo, em um momento de curiosidade, contou, fez uns telefonemas para os familiares, primos próximos e distantes e

UVAS DESCOBRIDORAS (Crônica n° 80)

Comendo uvas, estava eu jogado e embriagado de sono na mesa do café. O pote de sorvete à minha frente, sem sorvete, apenas um cacho onde em cada gravetinho morava uma uva verde e eu, aleatoriamente, p

Comments


bottom of page