top of page
Buscar
  • Foto do escritorDiogo Braga Crônicas

DIÁRIO DESAFORADO

Querido diário. Que saudade velho amigo! Depois de três meses sem sequer tocar em suas páginas, aqui estou eu, te contando todos os meus segredos, de novo. A você que sabe de tudo, não posso esconder que só retornei para contar que hoje EU FIZ EXERCÍCIOS. Sim! Obrigado!


Sabe que sou vítima do “segunda começo”, da resolução do ano novo e do “deixa pra amanhã”. Fico acanhado quando passo dias somente te contando derrotas, então, te conto hoje que EU FIZ EXERCÍCIOS. O amanhã a Deus pertence, mas hoje eu venci. “Está pago”, como os ratos de academia costumam falar.


E não adianta me olhar com estes olhos de toga e martelo em riste, você não é juiz. Antes você que era um grande amigo, sabia escutar como nenhum outro, agora só me julga. Não é minha obrigação começar escrevendo “hoje eu corri de manhã”, para só depois engatar em outro assunto qualquer. Quando não começo assim, só falta o Sr. jogar na minha cara que vou ficar obeso e enfartar aos 40 anos.


Quem é você para me obrigar a refletir sobre meus piores momentos, minhas facetas mais tenebrosas. Você não é meu terapeuta, eu não te pago pra isso e eu nem sei aonde você estudou! Cadê o meu amigo, que me ouvia e me reconfortava? Quem é você para me cobrar fazer exercícios? E não me olha com essa cara!


Ahhhh... Não escrevo mais em você! Até daqui uns três meses. E, por conta deste desaforo eu decreto que eu não vou fazer um exercício se quer!


02/11/2020 (Crônica n° 34)

Diogo Braga Crônicas

Crônicas em podcast, Spotify (Braga Crônicas), Instagram (@DiogoBragaCronicas) e Youtube (Braga Crônicas). Medium (@bragacronicas).



-> E se você se identificou ou gosta das histórias que eu conto, comenta, salva, compartilha, se inscreve, ativa as notificações, mostra pro coleguinha, faz tudo e me ajuda a espalhar a palavra! E se você quer compartilhar uma história sua comigo, me manda um e-mail para bragacronicas@gmail.com ou me envia um áudio pelo direct do instagram que é @diogobragacronicas. No mais, meus votos de uma vida com gosto de açúcar nos lábios e até a próxima!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

TODO GATO É MALVADO (Crônica n° 82)

“Todo gato é malvado!” Tento incutir na cabeça da minha filha de 4 anos. “Não é não, gato é bonzinho” ela responde me dando língua. É inocente quem pensa que os pais têm o poder absoluto de moldar a

TRADIÇÃO DE DIOGOS (Crônica n° 81)

Na minha família há uma tradição de Diogos. No caso, o nome mesmo. E meu pai, de nome Diogo, em um momento de curiosidade, contou, fez uns telefonemas para os familiares, primos próximos e distantes e

UVAS DESCOBRIDORAS (Crônica n° 80)

Comendo uvas, estava eu jogado e embriagado de sono na mesa do café. O pote de sorvete à minha frente, sem sorvete, apenas um cacho onde em cada gravetinho morava uma uva verde e eu, aleatoriamente, p

Comments


bottom of page