top of page
Buscar
  • Foto do escritorDiogo Braga Crônicas

A CERIMÔNIA DO ADEUS (Crônica n° 48)

Minha filha está desfraldando. Na verdade, ela está desfraldando faz mais de ano. Não está sendo uma experiência tranquila.


Passamos semanas tentando tirar a fraldinha dela, conversando, pelejando e só o que recebemos em troca foi cocô e xixi no chão da sala. Já falei... não é fácil ver um ser humano olhar na sua cara e defecar no chão da sua sala.


Mas no mar do desespero há sempre o momento de deleite. Ela começou a acertar. Primeiro pela nossa insistência de ficar perguntando e levando ela no penico de 5 em 5 minutos. E quando ela faz cocô no penico é uma alegria que se materializa na realização de um ritual de impressionar qualquer antropólogo!


A família se reúne em torno do vaso sanitário como a tribo em volta da fogueira, o pai ou a mãe, quem estiver com o penico na mão, inicia uma dancinha de alegria parabenizando a filha pelo feito, todos acompanham com exclamações de “parabéns filhota”, enquanto o outro levanta a tampa do vaso sanitário, joga o cocô lá dentro e todos se aproximam para olhar a merda boiando na água.


Ficamos lá observando os excrementos por alguns segundos e nos despedimos apertando a descarga. “Thauuuuu cocô da Lílian” entoamos juntos e à capela enquanto o cocô faz seu percurso centrípeto para o fundo da louça e para o desconhecido mundo do esgoto urbano.


Pode parecer ridículo, mas não é. A felicidade da cerimônia do adeus é genuína, significa que eu não terei mais que limpar cocô no chão da sala e com o tempo não precisarei mais trocar fralda! Isto é uma conquista e tanto!


Só pais e mães conseguem entender a felicidade que é dar thau para um cocô. Mas não é só isso. A cerimônia do adeus é mais do isso. O thau para o cocô é a despedida de uma fase onde só restarão lembranças, estamos dando adeus a nossa filha bebê que está crescendo e se transformando em uma criancinha. O cocô vai e a saudade fica. Adeus cocô.


23/01/2021 (Crônica n° 48)

Diogo Braga Crônicas



Crônicas em podcast, Spotify (Braga Crônicas), Instagram (@DiogoBragaCronicas) e Youtube (Braga Crônicas). Medium (@bragacronicas).



--- E se você se identificou ou gosta das histórias que eu conto, comenta, salva, compartilha, se inscreve, ativa as notificações, mostra pro coleguinha, faz tudo e me ajuda a espalhar a palavra! E se você quer compartilhar uma história sua comigo, me manda um e-mail para bragacronicas@gmail.com ou me envia um áudio pelo direct do instagram que é @diogobragacronicas.


No mais, meus votos de uma vida com gosto de açúcar nos lábios e até a próxima!


Diogo Braga.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

TODO GATO É MALVADO (Crônica n° 82)

“Todo gato é malvado!” Tento incutir na cabeça da minha filha de 4 anos. “Não é não, gato é bonzinho” ela responde me dando língua. É inocente quem pensa que os pais têm o poder absoluto de moldar a

TRADIÇÃO DE DIOGOS (Crônica n° 81)

Na minha família há uma tradição de Diogos. No caso, o nome mesmo. E meu pai, de nome Diogo, em um momento de curiosidade, contou, fez uns telefonemas para os familiares, primos próximos e distantes e

UVAS DESCOBRIDORAS (Crônica n° 80)

Comendo uvas, estava eu jogado e embriagado de sono na mesa do café. O pote de sorvete à minha frente, sem sorvete, apenas um cacho onde em cada gravetinho morava uma uva verde e eu, aleatoriamente, p

Comments


bottom of page